No Dia do Fico, Neymar cita influência de filho e exalta Brasil

Neymar apontou razões familiares para esperar ainda mais para deixar o futebol brasileiro. Em discurso ao lado do presidente Luis Alvaro e de seu pai, ele afirmou que o filho recém-nascido e a família como um todo influenciaram em sua decisão de permanecer no Santos até 2014. Ele também se disse feliz no País e a serviço da Seleção Brasileira.

"Queria dizer que estou muito feliz, é mais uma decisão que tomei na minha vida e uma decisão familiar que envolveu meu pai, minha mãe, minha irmã e todos me ajudaram a decidir. Só quero agradecer o carinho que a toricda tem por mim e o Santos inteiro. Estou feliz até demais por estar ficando aqui até 2014", afirmou Neymar.

Apoio do presidente

O presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro confirmou a renovação de contrato de Neymar e sua permanência na Vila Belmiro até a Copa do Mundo. Na camisa entregue ao atacante, consta o número 2014, data final do novo vínculo firmado a partir do patrocínio do Banco do Brasil.

"Essa luta quixotesca chegou a um bom termo. A alguns de vocês, eu sugiro que revisem um pouquinho suas fontes, porque o Neymar se cansou de ser vendido para o Barcelona e Real Madrid nos últimos meses. O fato concreto é que o Neymar continua conosco até a Copa do Mundo de 2014. É contrato firmado e garantido. Portanto, o Neymar não é atleta do Real Madrid e nem do Barcelona e nem de nenhum outro clube que sonhou ter esse garoto jogando com suas cores".