Em baixa, jogadores do Cruzeiro adotam lei do silêncio

Após a goleada por 5 a 1 para o Flamengo e a entrada na zona de rebaixamento, os jogadores do Cruzeiro decidiram adotar a lei do silêncio, pelo menos nesta terça-feira, na reapresentação do grupo. Após uma conversa de uma hora entre atletas e comissão técnica, seguida por um treino coletivo em campo reduzido, apenas o técnico Vágner Mancini conversou com a imprensa, embora Roger também tivesse sido indicado para as entrevistas.

"Vocês viram que hoje a gente bateu um papo durante um tempo mais longo e os atletas pediram para que hoje eles não falassem. Eu acho até que eles tem razão em função de uma coisa simples, a gente está num momento em que a gente tem que trabalhar, não dá para ficar falando demais", afirmou Mancini.

O treinador prometeu que, nesta quarta-feira, em Atibaia, no interior de São Paulo, os jogadores vão voltar a conceder entrevistas normalmente. A delegação cruzeirense chega a cidade paulista na noite desta terça. Os atletas vão treinar sempre em dois períodos até sexta. No sábado à tarde, as atividades serão retomadas em Belo Horizonte. Vágner Mancini considera positiva a saída da Toca da Raposa II.

"Nós vamos tentar utilizar esses cinco dias lá pra que a equipe possa revigorar em algumas coisas e pra que a gente esteja não distante daquilo que está acontecendo aqui, mas que a gente esteja mais junto, que a gente viva mais o problema um do outro, entenda que o nosso ambiente pode fazer a diferença. A gente tem cinco jogos em que nós vamos ter que ter atenção em todos os detalhes e nós estamos tentando fazer isso indo pra lá", disse o técnico.

Não viajaram para Atibaia, o meia Montillo, em tratamento de uma lesão muscular, e o zagueiro Victorino, que está com seleção uruguaia para duelo contra o Chile, sexta-feira, pelas Eminatórias para a Copa do Mundo. O defensor deve retornar a capital mineira no sábado e jogar contra o Internacinal, no domingo, em Sete Lagoas. Recuperado de um corte no joelho, o zagueiro Naldo faz parte da delegação. Apesar de estarem suspensos, o volante Charles e o atacante Anselmo Ramon também estão com o grupo.