Herói contra Grêmio, Cambalhota não se diz pronto para ser titular

Autor do segundo gol na vitória do Atlético-MG sobre o Grêmio, o atacante Marquinhos Cambalhota começou a semana em alta na Cidade do Galo. O jogador, que ficou afastado dos campos por mais de um mês devido a lesão muscular, é uma das opções do técnico Cuca para substituir Neto Berola, expulso no último sábado.

No entanto, o próprio atleta ainda não se diz pronto fisicamente para ser titular do time alvinegro: "é um pouco cedo para aguentar os 90 minutos, mas a gente tenta fazer o máximo de força para ajudar a equipe, porque aqui dentro são jogadores de caráter e muita raça. Infelizmente perdemos o Berola, um grande jogador, a gente deixa nas mãos do professor Cuca para ele escolher quem vai jogar", destaca.

Marquinhos Cambalhota, de 35 anos, foi contratado pelo Atlético-MG em abril e até agora não conseguiu se firmar, principalmente, devido a série de lesões.

"Fico muito feliz de voltar aos gramados e ajudar meus companheiros a sair com a vitória. Agradeço ao clube, ao presidente, à diretoria, ao departamento medico, aos meus companheiros de trabalho. Estou muito feliz. Não pensei em desistir hora nenhuma, confio no meu potencial e em poder ajudar o Atlético", completa.

Além de Marquinhos Cambalhota, o técnico Cuca conta com Magno Alves, Wesley e Jonatas Obina como opções para formar dupla de ataque com André na partida do próximo sábado, às 19h (Brasília), diante do Figueirense, em Florianópolis.