Construtoras querem demolir Morumbi e construir outro estádio

A construção do estádio do Corinthians e a reforma do Palestra Itália podem ser responsáveis por uma grande mudança do outro lado da cidade, mais especificamente no Cícero Pompeu de Toledo, onde o São Paulo manda seus jogos. É que, segundo o jornal Folha de S. Paulo, construtoras estariam investindo em um projeto, apoiado pela prefeitura da cidade, para demolir o Morumbi, principal arena da atualidade na capital, e reconstruí-lo em outro local - mais especificamente na Vila Sônia, em terreno bastante próximo ao da futura estação homônima de metrô, parte da linha 4 Amarela.

O interesse em colocar abaixo o estádio se dá especificamente pelo fato de a área onde ele está localizado ser muito valorizada. As construtoras querem erguer um condomínio de alto padrão no local. 

O argumento das empresas é que, com os estádios dos rivais, o São Paulo poderá perder espaço para eles em relação aos shows que ocorrem na cidade, grande fonte de renda para o clube, pois o atual Morumbi tem acesso mais difícil do que Itaquerão e Palestra. A nova arena, que, ainda argumentam, ajudaria a desenvolver o bairro da Vila Sônia, e teria capacidade para 45 mil pessoas em dias de jogos e de 65 mil em eventos de música. 

Nenhuma proposta concreta foi feita ao time tricolor, mas tanto o o ex-conselheiro Marco Aurélio Cunha quanto o presidente, Juvenal Juvêncio - que a classificou como uma ideia extraterrestre - a veem como irreal no momento.