Grupo da Fifa quer vetar tablets em bancos de reservas

O jornal italiano La Repubblica informa nesta quarta-feira que uma Força Tarefa da Fifa para a Copa do Mundo de 2014 pretende vetar tablets e outros similares com conexão à internet no banco de reservas das partidas de futebol. A justificativa é de que os aparelhos poderiam auxiliar membros das equipes a fazer julgamentos sobre as arbitragens.

A publicação recorda a lista de notáveis que fazem parte do grupo: Pelé, Franz Beckenbauer, Bobby Charlton, Fernando Hierro, Cafu, Massimo Busacca (árbitro suíço), Karembeu e Savicevic, entre outros. 

A lei 4 foi publicada no site da Fifa: "A Força Trarefa discutiu o uso de meios tecnológicos no banco de reservas e é de acordo com a decisão de vetar o uso de aparelhos em todo o campo de jogo".

Luis Enrique, treinador da Roma e um dos que têm feito uso de tablets, defendeu os aparelhos. "Por natureza, sou aberto a todas as novidades tecnológicas, em particular as que aportam benefícios ao jogo de futebol. Se a Fifa orientar dessa forma, não há problema, visto que tenho utilizado apenas nos treinamentos", argumentou.