Com "olé" e invasão de cachorro, Botafogo cai na Sul-Americana

Com um time misto, o Botafogo foi goleado por 4 a 1 pelo Independiente Santa Fé, no Estádio El Campin, em Bogotá (Colômbia), nesta terça-feira, e foi eliminado da Copa Sul-Americana nas oitavas de final. Na partida de ida, os cariocas haviam empatado com o rival - que agora enfrentará o Vélez Sarsfield, da Argentina, na próxima fase -, por 1 a 1, no Engenhão.

Foi a terceira derrota consecutiva da equipe alvinegra, que atravessa má fase na temporada e perdeu os dois últimos jogos no Brasileiro. Apesar do triste momento carioca, o confronto desta terça-feira ficou marcado por uma cena cômica: já na metade do segundo tempo, um cachorro invadiu o campo e forçou a interrupção do jogo por cerca de cinco minutos, "driblando" todos que tentavam retirá-lo.

A torcida local gritou "olé" para as peripécias do animal e o toque de bola do Independiente Santa Fé, que dominou a equipe brasileira na maior parte do jogo. Os comandados de Caio Júnior tiveram péssima atuação na altitude de Bogotá.

Logo aos 2min, em uma jogada polêmica, Pérez recebeu pelo meio, driblou Fábio Ferreira e rolou para Rodas completar para o fundo da rede. Os botafoguenses reclamaram de impedimento no lance e, aos 8min, sofreram o segundo: Pérez dominou na entrada da área, não foi pressionado e chutou forte, no canto direito de Jefferson.

Na segunda metade do primeiro tempo, o Botafogo apresentou uma leve melhora e criou ao menos duas boas oportunidades, desperdiçadas por Caio. No último lance antes do intervalo, no entanto, os colombianos chegaram ao terceiro gol e impediram qualquer reação: aos 45min, Copete atacou pela esquerda e cruzou por baixo. Léo tentou cortar e faz um golaço, mas contra.

Aos 18min do segundo tempo, a equipe da casa selou a vitória. Rodas fez boa jogada pelo meio, driblou Gustavo e chutou de fora da área, no ângulo direito de Jefferson.

Mesmo entregue, o Botafogo diminuiu no fim. Aos 42min, em um contra-ataque, Alexandre Oliveira avançou pela esquerda, invadiu a área e tocou na saída de Vargas. A bola bateu na trave e entrou.

Já nos acréscimos, Alexssander foi expulso em outra decisão controversa do árbitro, após dividida forte com Centurión. De positivo para os cariocas, mesmo com o terrível resultado, é possível destacar a atuação convincente do meia Elkeson, que tenta reencontrar o bom futebol.

Voltando a centrar as atenções no Brasileiro, o time de Caio Júnior terá pela frente o Cruzeiro, no Engenhão, na próxima rodada. Com 52 pontos, a equipe alvinegra é a atual terceira colocada da competição, a cinco pontos do líder Vasco.