Ex-pugilista baiano Reginaldo Holyfield recebe alta após um mês

Após 40 dias internado, o ex-pugilista baiano Reginaldo Holyfield, 45 anos, recebeu alta do Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), o ex-boxeador teve alta na última quarta-feira. A Sesab só informou sobre a alta no fim da tarde da última segunda-feira.

Holyfield estava internado desde o dia oito de setembro, depois que teve 60% do seu corpo queimado após salvar dois sobrinhos de um incêndio que aconteceu na casa da sua irmã, no bairro de Massaranduba, em Salvador.

O ex-boxeador teve queimadura de 3º grau e passou por duas cirurgias para remover a pele queimada e fazer enxertos. Mesmo com a alta, Holyfield segue em tratamento médico e, inclusive, faz sessões de fisioterapia para terminar de recuperar o movimento das mãos.

Entenda o caso

O ex-boxeador sofreu o acidente após tentar salvar dois sobrinhos na residência da sua irmã, que teve o seu apartamento incendiado, no bairro de Massaranduba, em Salvador.

De acordo com familiares, o incêndio aconteceu no segundo andar de um prédio de três andares, onde mora a família de Holyfield. A mãe do ex-lutador estava cuidando de dois netos, quando desceu para o primeiro andar, onde mora.

Nesse momento, um dos netos, uma criança de três anos, pegou um fósforo e acendeu um papel em cima de um sofá. A partir daí as chamas se espalharam por um colchão que estava no chão da casa e por outros compartimentos.

A avó das crianças ouviu o pedido de socorro de um dos netos, de 12 anos. Ao chegar lá e ver a casa incendiada, a avó gritou apavorada por Holyfield, que estava no primeiro andar, onde mora com a sua mãe.

Ao chegar ao local do incêndio, o ex-lutador salvou as duas crianças, que estavam dentro de um banheiro. Ao retornar à residência e tentar apagar o fogo, Holyfield caiu e ficou sufocado com a fumaça, sendo resgatado somente com a ajuda de vizinhos. As crianças não tiveram nada.