Montillo: "não errei pênalti por meu filho estar internado, bati mal"

O meio-campista Montillo se pronunciou na manhã desta terça-feira (18) logo após o treinamento do Cruzeiro na Toca da Raposa 2, e esclareceu que a perda do pênalti na derrota para o Corinthians não tem nada a ver com o fato de o filho dele estar internado na UTI.

"Se posso, vou continuar ajudando o time, não vou colocar como uma coisa que eu errei o pênalti por meu filho estar internado. Eu errei o pênalti porque bati mal e foi isso", afirmou o meia.

"Eu falo que, apesar do problema do meu filho, estou focado aqui, trabalhando para ajudar o Cruzeiro a sair desta situação. Quando aconteceu a primeira internação do meu filho aqui no Brasil, eu estive em campo contra o América-MG e o Cruzeiro saiu vencedor, então vou continuar ajudando a equipe. Meu filho está internado por uma consequência da vida, estou lutando junto com a minha família para que ele saia desta situação ruim", explica.

Santino, o filho mais novo de Montillo, de 1 ano e 7 meses, que tem Sindrome de Down, está internado na UTI em um hospital de Belo Horizonte, depois de ser submetido a cirurgia emergencial no intestino. "Às vezes saio do treino e vou para o Hospital, mas eu sou um cara que gosto de trabalhar, gosto de estar com meu filho também. Porém, mesmo com toda esta situação, não vou colocar meu filho como desculpa pelo pênalti perdido", completa.

Montillo pede aos jornalistas e torcedores para que não misturem o drama familiar dele com o aspecto profissional.

"Meu filho está fora do futebol, continuo torcendo por ele, óbvio que a preocupação de um pai é a maior com o filho na UTI faz quase duas semanas já. A situação que está passando o Cruzeiro é verdade que se junta tudo e é difícil, mas tenho certeza que vamos sair dessa situação com o Cruzeiro e meu filho vai sair bem também, e daqui a pouco a gente vai comemorar aqui", concluiu.