Botafogo vence, complica Atlético-PR e segue perto da ponta 

Com de gol de Antônio Carlos, o Botafogo venceu o Atlético-PR por 1 a 0, em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a vitória no Engenhão, a equipe carioca chegou a 52 pontos e assumiu momentaneamente a segunda colocação. Já o Atlético-PR caiu para a 18ª posição, com 28 pontos.

Desde o início o domínio foi dos donos da casa, usando bem as laterais e a bola aérea. A primeira chance clara foi aos 10min: depois de um cruzamento da direita, a bola foi mal rebatida pela defesa atleticana e sobrou para o argentino Herrera, que chutou bonito para boa defesa de Renan Rocha.

Seis minutos depois, saiu o gol. Renato levantou bola na área e o zagueiro-artilheiro Antônio Carlos se antecipou ao goleiro e fez de cabeça, abrindo o placar.

Atrás no marcador, o Atlético-PR não teve competência para sair jogando e sofria na defesa. Paulo Baier e Marcinho, bem marcados, pouco criaram para Morro Garcia e assim o jogo se tornou de um time só.

Porém, com o decorrer do primeiro tempo, o clube carioca esperou o rival em seu campo de defesa, para sair no contra-ataque. Assim, a partida ficou morna, sem grandes chances. A mais clara aconteceu aos 45min, quando Paulo Baier chutou cruzado e a bola sobrou para García, que finalizou no pé de Jefferson. No intervalo, com o empate do Corinthians, o Botafogo era o líder do Campeonato Brasileiro, com um jogo a menos, pelo saldo de gols.

O segundo tempo começou com a equipe da casa rondando a área do adversário. No primeiro minuto, Herrera cruzou para Loco Abreu, entretanto, Gustavo tirou no meio do caminho. Aos 8min, Paulo Baier chutou de longe e Jefferson defendeu em dois tempos.

Aos 9min, a principal arma do Botafogo quase funcionou novamente. Herrera cruzou da esquerda na medida para Loco Abreu, que cabeceou forte para defesa de Renan Rocha na linha. A bola sobrou e bateu em Heracles, exigindo nova defesa do goleiro. Os botafoguenses reclamaram que a bola passou a linha. O árbitro mandou o jogo seguir.

A clara melhora em relação ao primeiro tempo continuou: logo depois do lance polêmico, Marcelo Oliveira chutou de longe; a bola passou perto. Dando sinais de reação, o Atlético-PR adiantou sua marcação e entrou de vez no jogo. Na metade da etapa complementar, o clube carioca perdeu a liderança, já que o Corinthians marcou contra o Cruzeiro e chegou a 54 pontos.

Aos 28min, o clube carioca errou na saída de bola e o Atlético-PR encaixou um bom ataque com Marcinho e Adaílton. Na hora de concluir, o primeiro chutou fraco, para defesa fácil do goleiro botafoguense.

Quando o jogo caminhava para a vitória simples, o Botafogo cobrou escanteio na área e o árbitro marcou pênalti claro de Manoel em Antônio Carlos. Loco Abreu cobrou no meio e fez o segundo aos 35min do segundo tempo.

Na próxima rodada, o Botafogo viaja até Santa Catarina para enfrentar o Avaí no próximo sábado, às 18h (de Brasília). Já o Atlético-PR recebe um rival direto na briga, o Ceará, no próximo domingo, ás 16h (de Brasília).

Ficha técnica

BOTAFOGO 2 x 0 ATLÉTICO-PR

GolsBOTAFOGO: Antônio Carlos, aos 16min do primeiro tempo e Loco Abreu aos 35min do segundo tempo 

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Éverton (Alessandro); Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Caio) e Maicosuel; Herrera (Felipe Menezes) e Loco Abreu Treinador: Caio Júnior

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Gustavo e Heracles; Deivid, Renan Foguinho (Cléber Santana), Marcelo Oliveira, Marcinho (Edílson) e Paulo Baier; Morro García (Adaílton) Treinador: Antônio Lopes

Cartões amarelosBOTAFOGO: Renato ATLÉTICO-PR: Deivid, Marcinho e Manoel

Árbitro Nielson Nogueira Dias (PE)

Local Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)