Atlético-GO faz 3, agrava crise do São Paulo e pressiona Adílson 

O Atlético-GO não deu chances e, com grande segundo tempo, fez 3 a 0 sobre o São Paulo, neste domingo, no Serra Dourada. No sexto jogo da equipe são-paulina sem vitórias na competição, Felipe e Anselmo tiveram participações inspiradas e foram os protagonistas em triunfo que põe pressão sobre o treinador Adílson Batista.

Com 48 pontos, o sexto colocado São Paulo fica a seis pontos do líder Corinthians em rodada em que todos os times da ponta da tabela venceram. O Atlético-GO, que vinha de resultados ruins, chega a 42 pontos, pula dois lugares na tabela e agora é o 10º colocado.

Anderson, com gol na primeira etapa, e Felipe e Anselmo, que marcaram no segundo tempo, comandaram a vitória contundente do Atlético-GO. O São Paulo, que perdeu uma série de gols antes do intervalo, chegou a acertar a trave quatro vezes no mesmo lance e sucumbiu com diversas falhas defensivas no segundo tempo. Rogério Ceni, em bom jogo, evitou estrago maior.

Com muitos erros na defesa, São Paulo cai no Serra Dourada

O São Paulo, que seria massacrado pelo Atlético-GO no segundo tempo, até fez boa etapa inicial no Serra Dourada, mas pecou bastante pela pontaria ruim. Jogando em cima do adversário, o time são-paulino sofreria o primeiro dos gols aos 25min do primeiro tempo. Anderson acertou bom cruzamento e Gílson, de cabeça, abriu o marcador.

O gol do time da casa mexeu com o São Paulo, que pressionou ainda mais atrás de um empate que não aconteceu. Aos 32min, lance incrível: Rhodolfo, Xandão e Luís Fabiano acertaram a trave quatro vezes em três finalizações e a bola não entrou. Depois, Dagoberto, aos 32min, e Luís Fabiano, aos 34min, também perderam duas boas chances.

Rogério Ceni, que quase havia marcado em cobrança de falta na primeira etapa, ainda fez boas defesas na péssima partida do São Paulo no Serra Dourada. Vulnerável, a zaga são-paulina quase levou o segundo em finalização de Anselmo. No lance seguinte, Anselmo fez linda jogada, Ceni espalmou e a bola acertou a trave - atento ao rebote, Felipe empurrou para dentro.

Depois de Rogério Ceni fazer boa defesa em finalização de Gílson com o calcanhar, o Atlético-GO marcou o terceiro aos 24min. Xandão colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Anselmo cobrou com categoria, no canto esquerdo, sem chances para o goleiro são-paulino.

Ficha técnica

ATLÉTICO-GO 3 x 0 SÃO PAULO

GolsATLÉTICO-GO: Gílson, aos 25min do 1º tempo, Felipe, aos 15min, e Anselmo, aos 24min do 2º tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio (Rafael); Rafael Cruz, Anderson, Gílson e Thiago Feltri; Marino, Pituca e Bida (Joílson); Vítor Júnior; Felipe e Anselmo (Ernandes)Treinador: Hélio dos Anjos

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris (Jean), Xandão, Rhodolfo e Carlinhos Paraíba; Wellington, Denílson e Cícero (Rivaldo); Lucas; Dagoberto (Marlos) e Luís FabianoTreinador: Adílson Batista

Cartões amarelosATLÉTICO-GO: Pituca, Vítor JúniorSÃO PAULO: Xandão, Luís Fabiano

Árbitro Sandro Meira Ricci (DF)

Local Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)