Em recuperação de lesão, Ganso deve voltar contra Botafogo

Em recuperação de lesão de grau dois na parte posterior da coxa esquerda, sofrida durante amistoso entre Brasil e Gana, no dia 5 de setembro, em Londres, o meia Paulo Henrique Ganso deve retornar aos gramados em três semanas e pode até estar apto a encarar o Botafogo, em partida marcada para o dia 19 de outubro, na Vila Belmiro, e válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Ele sofreu uma lesão de grau 2 e pode voltar em duas ou três semanas, mas por precaução a expectativa é que volte em até cinco semanas, um pouco mais ou um pouco menos que isso. Depende da evolução dele. Ele está longe da cura completa, só saberemos mais quando estiver mais próximo desse prazo", afirmou o médico do Santos, Maurício Zenaide.

O departamento médico e a comissão técnica do Santos preferem não estipular uma data exata para o retorno do meia, mas, conforme apurou o Terra, o esperado entre os funcionários do clube é que ele entre em campo mesmo no duelo contra o Botafogo, remarcado da 21ª rodada, na Vila Belmiro - o jogo se encaixa exatamente na ideia de 45 dias de recuperação tratada inicialmente. Entretanto, a previsão depende também do retorno do atleta aos tratamentos.

Com 35 pontos na Série A, o Santos é apenas o 11º colocado da competição, mas possui dois jogos a menos que a maioria dos rivais - um deles é justamente contra o Botafogo. Caso realmente volte contra o time carioca, o meia teria mais oito partidas para entrar em forma visando a disputa do Mundial de Clubes, que acontece em dezembro, no Japão.