Preocupado, Milan investiga sequência de lesões de Pato

A nova contusão muscular de Alexandre Pato fez ligar o sinal de alerta no Milan. Ele teve de ser substituído ainda aos 21min do primeiro tempo na partida em casa contra a Udinese, na quarta-feira, pelo Campeonato Italiano. Vice-presidente do clube rubro-negro, Adriano Galliani admitiu estar "preocupado" com o brasileiro e armou uma força-tarefa para investigar a sequência de lesões do brasileiro.

Depois do duelo, que terminou em um empate por 1 a 1, Galliani disse ter promovido um encontro entre o técnico do Milan, Massimiliano Allegri, o preparador físico e os médicos do clube para entender como "um garoto que em 2008 e 2009 não teve nenhum problema agora tem de parar pela enésima contusão muscular".

Segundo o jornal esportivo La Gazzetta dello Sport, a lesão muscular desta quarta foi a oitava do tipo sofrido pelo jogador nos últimos dois anos. Ele ainda machucou o ombro nesta temporada e por causa disso quase ficou fora da última Copa América.

Atual campeão italiano, o Milan ocupa a 14ª colocação do Nacional neste ano, com dois pontos em três partidas disputadas. Galliani culpa o departamento médico lotado do clube pelo início irregular. Além de Pato, estão machucados os laterais Bonera e Antonini, os meio-campistas Boateng, Ambrosini, Flamini e Gattuso e os atacantes Robinho e Ibrahimovic. O próximo desafio da equipe é novamente em Milão, a partir das 15h45 (de Brasília) do próximo sábado, diante do Cesena.