Ex-zagueiro faz contra, Palmeiras bate Ceará e vence 1ª no returno

O Palmeiras enfim venceu no segundo turno do Campeonato Brasileiro. Depois de cinco partidas de jejum, a equipe alviverde voltou nesta quinta-feira ao Canindé, onde ainda não perdeu na temporada, e se reabilitou na competição ao superar o Ceará por 1 a 0. Com um gol contra de Thiago Mathias, zagueiro revelado no clube, o time de Luiz Felipe Scolari tranquilizou uma preocupada torcida e se reaproximou da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

Atravessando um momento turbulento no Brasileiro depois de um início empolgante, o Palmeiras não vencia desde que fez 2 a 1 no arquirrival Corinthians na 19ª rodada, a última da primeira fase. Nesta 25ª jornada da competição, porém, os comandados de Felipão pressionaram bastante, mas um gol contra de Thiago Mathias aos 43min do primeiro tempo encaminhou o resultado no Canindé.

O time alviverde, que entrou em campo como décimo colocado do torneio, subiu para a sétima colocação da tabela ao alcançar aos 38 pontos, ficando a apenas dois do Fluminense, quinto e último integrante da zona de classificação para a Libertadores. Já o Ceará, que amargou seu sexto jogo sem vencer no Brasileiro, no perigoso 16º lugar com 27 pontos - apenas dois a mais em relação ao Atlético-MG, 17º e integrante da zona de rebaixamento.

Pressão e muralha "quase" intransponível

O Palmeiras voltou ao Canindé mais de um mês após empatar com o Bahia por 1 a 1 em 18 de agosto. Assombrado pelo empate por 1 a 1 com o Cruzeiro e pela derrota por 3 a 0 para o Internacional nas duas últimas partidas que fez como mandante, no Pacaembu, o time do Parque Antártica se mostrou bastante confortável na casa da Portuguesa e desde o início pressionou os visitantes cearenses.

A primeira etapa foi totalmente do Palmeiras, que envolveu os rivais e levou grande perigo principalmente com o centroavante Fernandão. Apenas nos 22 minutos iniciais, foram oito finalizações dos pupilos de Scolari contra apenas uma do Ceará, o que ratificava a soberania da equipe paulista.

Dois lances discutíveis ainda levantaram a torcida pedindo pênalti, somente no primeiro tempo. Primeiro aos 17min, em um chute de Gabriel Silva que desviou no braço de Thiago Mathias, e depois aos 33min, quando Fernandão foi derrubado na área pelo mesmo zagueiro alvinegro e nada foi marcado.

No total, o Palmeiras deu 13 finalizações ao longo da primeira etapa, mas o panorama indicava uma igualdade sem gols até o intervalo. Até que, em uma jogada na qual não tentou chutar a gol, o time mandante abriu o placar aos 43min: Márcio Araújo cruzou da direita e Luan, de cabeça, ajeitou para o meio da área buscando Fernandão. O ex-palmeirense Thiago Mathias tentou interceptar, mas traiu Fernando Henrique e mandou contra a própria meta.

Bicicleta, Maikon Leite e alívio

A vantagem no marcador trouxe o Palmeiras motivado para o início da etapa decisiva, e Kleber quase marcou o segundo gol do jogo logo aos 2min. Após sobra em cobrança de escanteio, o camisa 30 ajeitou de costas para o gol e tentou uma bicicleta, que parou no travessão de Fernando Henrique.

Pensando mais em controlar o 1 a 0, Felipão fechou o meio de campo alviverde, trocando o meia Tinga pelo volante João Vitor. Mesmo assim, o Palmeiras acabou sofrendo certa pressão do Ceará, que se aventurou mais ao ataque na busca pela igualdade e incomodou o setor de marcação dos mandantes.

O Palmeiras só assustou com um chute cruzado de Luan espalmado por Fernando Henrique aos 25min, mas foi aos 35min que os 6.629 pagantes se empogaram. no Canindé foi aos 35min, quando Scolari chamou o atacante Maikon Leite, que havia iniciado no banco de reservas. O camisa 7 entrou em campo aos 39min no lugar de Fernandão para dar velocidade à saída de bola alviverde.

Logo no primeiro lance em campo, Maikon Leite esteve muito próximo de fazer o segundo do Palmeiras. Kleber lançou o companheiro em profundidade, o veloz atacante invadiu a área e driblou Fernando Henrique, mas a zaga do Ceará conseguiu salvar em cima da linha. O placar, porém, seguiu inalterado e confirmou o 1 a 0 magro, mas suficiente para dar tranquilidade não apenas à torcida, mas também ao elenco alviverde.

As duas equipes voltam a campo às 18h de domingo pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras viaja a Goiânia para encarar o Atlético-GO no Estádio Serra Dourada, enquanto o Ceará retorna ao Estádio Presidente Vargas para recepcionar o Coritiba.

Ficha técnica

PALMEIRAS 1 x 0 CEARÁ

GolsPALMEIRAS:Thiago Mathias (contra), aos 43min do 1º tempo

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Henrique, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção (Thiago Heleno) e Tinga (João Vitor); Luan, Kleber e Fernandão (Maikon Leite).Treinador: Luiz Felipe Scolari

CEARÁ: Fernando Henrique; Boiadeiro (Thiago Humberto), Thiago Matias, Fabrício e Vicente; Michel (Eusébio), Heleno, João Marcos e Rudnei; Roger (Marcelo Nicácio) e Washington Treinador: Estevam Soares

Cartões amarelos

PALMEIRAS: Marcos Assunção, Luan, Chico

CEARÁ: Heleno, Roger

Renda e públicoR$ 189,789,00/6.629 pagantes

Árbitro Wagner do Nascimento Magalhães

Local Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)