Wenger: times ingleses não podem competir com Barcelona e Real

O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, declarou nesta terça-feira que nenhuma equipe da Inglaterra na Liga dos Campeões tem condições de competir em igualdade com os dois gigantes espanhóis, Barcelona e Real Madrid. Para o treinador francês, o maior poder financeiro da dupla de rivais torna impossível para as demais equipes a tarefa de alcançá-los.

Para Wenger, Barcelona e Real Madrid estão claramente acima dos outros 30 times da principal competição do futebol europeu, e os outros terão que tentar diminuir essa diferença durante a temporada. O treinador destacou que o Campeonato Inglês está cada vez mais equilibrado no topo, enquanto na Espanha apenas os dois maiores times brigam pelo título.

Suspenso para a estreia do Arsenal na Liga dos Campeões nesta terça-feira, contra o campeão alemão Borussia Dortmund, Wenger admitiu que a temporada será um "recomeço" para a equipe de Londres, que vendeu os astros Cesc Fàbregas (ao Barcelona) e Samir Nasri (ao Manchester City).

Entre os reforços para a temporada, estão o zagueiro alemão Per Mertesacker, o lateral brasileiro André Santos, os meio-campistas Mikel Arteta (Espanha) e Yossi Benayoun (Israel) e os atacantes Gervinho (Costa do Marfim) e Park Chu-Young (Coreia do Sul).