No Canadá, nado sincronizado treina forte para o Pan

A Seleção Brasileira de nado sincronizado está no Canadá treinando forte para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que acontecem em outubro. O objetivo é incrementar ainda mais a performance e tornar as rotinas (coreografias) cada vez mais competitivas, a partir do contato com as principais equipes do esporte como Canadá e Estados Unidos.

Para ajudar na preparação, as treinadoras brasileiras Maura Xavier (Equipe) e Andrea Curi (Dueto) estão trabalhando com a técnica canadense Leslie Sproule. Leslie tem sido consultora de várias equipes de peso mundo afora, como por exemplo, o time da Inglaterra, um dos países que mais cresceram nos últimos anos.

O contato da canadense com as brasileiras segue até o dia 14 de setembro. Esta é a sexta vez que Leslie está no Brasil para auxiliar as atletas de nado sincronizado e, para a treinadora, as atletas brasileiras apresentaram avanços nesse período e estão mais fortes e rápidas, mas ainda precisa de dinamismo e unidade.

A coordenadora de Seleções Mônica Rosas destacou que as coreografias para o Pan de Guadalajara vão surpreender o público por serem mais dinâmicas. Depois do bronze por equipe em 1963, desde 1999 o esporte tem sido constante no pódio da principal competição das Américas e não pretende sair dele