Com maior aproveitamento em 4 anos, Guarani sofre para manter base

O torcedor que se desespera a cada derrota não deve perceber, mas o elenco atual do Guarani tem um aproveitamento de pontos superior em comparação a todos os outros que passaram pelo Brinco de Ouro nos últimos quatro anos. Com 49,01% dos pontos disputados, o time campineiro venceu 19 dos 51 jogos que disputou, aproveitamento superior, por exemplo, à equipe de 2009, que conquistou o acesso na Série B.

A situação muda de figura se contados apenas os números na segunda divisão do Nacional. Em 22 jogos, o Guarani foi derrotado dez vezes e venceu apenas seis duelos, totalizando 36,4% dos pontos disputados. Nem mesmo o time rebaixado para as Séries B e C, entre 2006 e 2007, tiveram números tão inferiores.

Uma das explicações é a constante troca no time titular. Desde quando era comandado por Vilson Tadei, o Guarani tem dificuldades para repetir uma formação de uma rodada para outra na Série B: 32 jogadores foram usados desde a estreia, contra o Criciúma (três goleiros e 29 jogadores de linha).

Com as mudanças, a base que conquistou o acesso na Série A-2 perdeu espaço. Camisa 10 no primeiro semestre, Rodrigo Paulista sequer teve mais chance entre os titulares - jogou cinco vezes na Série B, todas entrando no segundo tempo. O mesmo aconteceu com o meia Jefferson Luís, titular na estreia e que, depois, fez apenas oito jogos (três como titular).

O lateral Chiquinho e o zagueiro Neto também deixaram de figurar entre os titulares, assim como o atacante Fabinho, muitas vezes por lesão. Do time vice-campeão estadual, o volante Carlos e o atacante Marcos Denner nem fazem mais parte do elenco. Foram substituídos por Lucas e Fernandão, que, curiosamente, também já deixaram o Brinco de Ouro.

Sem o zagueiro Gabriel, o lateral Bruno Peres e o volante Mika, o técnico Giba já não poderá escalar o time que empatou com o Vitória no último sábado. Com poucas opções, o treinador já pensa na partida contra o Boa Esporte, nesta terça-feira, fora de casa. O Guarani é o 16º colocado da Série B, com 24 pontos.