Argentina e Japão perdem jogadores para sequência do Mundial de Rúgbi

Com o fim da primeira rodada da Copa do Mundo de rúgbi, as equipes começam a fazer um balanço sobre os fatos positivos e negativos, e, para países como a Argentina e o Japão, o saldo não é nada bom.

Isso porque, além da derrota na estreia, o país sul-americano, assim como o asiático, perdeu um de seus principais atletas para a sequência da competição. O centro argentino Gozalo Tiesi sofreu uma lesão no joelho, no duelo contra a Inglaterra, e não tem condições de permanecer no campeonato.

Para a vaga do jogador, o treinador convocou o experiente ponta Lucas Borges, que disputou o Mundial de 2007 pela equipe, mas que estava fora da relação de atletas inicial.

Apesar da baixa de Tiesi, nem tudo são motivos para tristeza na Argentina, já que o capitão Felipe Contepomi, que tinha suspeita de fratura na costela, não se lesionou tão gravemente e poderá seguir defendendo a Argentina na Copa.

Pelo lado do Japão, que perdeu para a França na estreia, a baixa veio com Ryukoliniashi Holani, que, também lesionado do joelho, não se recuperará antes do término do torneio. O substituto escolhido foi Toetsu Taufa.

Quem também não pôde desfrutar de boas notícias, mas está longe de ter motivos para lamentar, é a Austrália. O país, que derrotou a Itália por 32 a 6, verá o ponta Digby Ioane ser operado. O jogador fraturou o dedo, mas deve se recuperar a tempo.

Em decorrência da estreia, a África do Sul tem Jean de Villiers e Victor Matfield machucados e não poderá contar com os jogadores no segundo jogo, contra Fiji.

Sem jogos programados para esta segunda, a Copa do Mundo, que ainda tem quatro equipes (Canadá, Geórgia, Rússia e Samoa) aguardando pela estreia - os grupos são formados por cinco equipes e, portanto, uma delas terá folga em uma das rodadas -, volta a ser movimentada no próxima quarta-feira. 14.