US Open: Nadal bate freguês Murray e reedita final com Djokovic

O espanhol Rafael Nadal confirmou seu favoritismo e garantiu presença na final do Aberto dos Estados Unidos. Cabeça de chave número 2 do Grand Slam, Nadal derrotou o britânico Andy Murray por 3 sets a 1, parciais de 6/4, 6/2, 3/6 e 6/2, e manteve sua caminhada rumo ao bicampeonato.

Atual detentor do título do major, o espanhol terá pela frente o sérvio Novak Djokovic, justamente seu adversário na final de 2010. No retrospecto, Nadal leva vantagem sobre Djokovic, com 16 vitórias em 28 duelos; porém, o número um do mundo bateu o espanhol em todos os cinco encontros entre eles na atual temporada.

Diante de Andy Murray, que buscava seu primeiro título de Grand Slam, o domínio de Rafael Nadal no histórico de confrontos é ainda mais amplo: em 17 jogos, a vitória deste sábado foi a 13ª.

No jogo deste final de semana, Nadal tomou conta das duas primeiras parciais e caminhava para uma vitória tranquila. No terceiro set, porém, o escocês conseguiu uma quebra de saque no oitavo game e fez 5/3 na parcial. Aí, sacou e fez 6/3.

Na quarta parcial, porém, Nadal voltou a tomar o controle do jogo. Depois de quebrar o saque de Murray no quarto game, sacou e fez 4/1. A partir daí, o espanhol precisou apenas conduzir a partida e, com mais uma quebra no último game do jogo, fechar a parcial em 6/2.