MPF alerta para explosão de custos da Copa de 2014

O Ministério Público Federal (MPF) fez um alerta em relação aos custos da Copa do Mundo de 2014, que ainda não tem suas contas fechadas a menos de três anos de seu início. O procurador-chefe do MPF do Amazonas, Athayde Ribeiro Costa, afirma que o Mundial corre o risco de sofrer uma "explosão" de custos por conta da precariedade dos projetos, da falta de transparência dos financiamentos, dos atrasos nas obras e da falta de garantias. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Athayde, que também é coordenador do Grupo de Trabalho Copa do Mundo 2014 (órgão de fiscalização de obras e serviços do Mundial), teme por um descontrole dos preços. 

O jornal também destaca que o Portal da Transparência do governo federal avalia o custo da Copa em R$ 23,4 bilhões, enquanto a Abdib (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base), que tem acordo de cooperação com a CBF e o Ministério do Esporte, faz a mesma conta com o resultado de R$ 84,9 bilhões.