Ministério dos Esportes diz apoiar laboratório suspeito de errar em doping

O Ministério dos Esportes declarou confiar no trabalho do laboratório Ladetec, único no Brasil credenciado pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), segundo informação publicada no jornal Folha de S. Paulo

O Ladetec teve seu trabalho posto sob dúvida após a suspensão da punição por doping do jogador de vôlei de praia Pedro Solberg. O Ministério afirmou em nota que não apenas confia no trabalho do laboratório, como investe nos seu aperfeiçoamento desde 2004.

O atleta tinha sido punido por uso de substância proibida após exame e contraprova feitos pelo Ladetec. Contudo, Eduardo de Rose, uma das principais autoridades do país em doping, questionou a confiabilidade do resultado. 

Mesmo sem consultar o laboratório, às dúvidas levantadas por de Rose ajudaram a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) a anular a suspensão de Solberg.