Brasil enfrenta Espanha em final antecipada do Mundial Sub20

A seleção brasileira Sub20 disputa neste domingo, em Pereira, na Colômbia, as quartas de final do mundial da categoria contra a Espanha, numa partida considerada por muitos como uma decisão antecipada da competição.

"Esperamos muito desse jogo", declarou Mano Menezes, técnico da seleção principal, que viajou para acompanhar a Sub20 na reta final do torneio.

"Não existem finais antecipadas, só há uma decisão. Essa é uma dessas partidas de quartas de final que colocam frente a frente grandes seleções. Respeitamos a Espanha e espero que o Brasil esteja entre os semifinalistas", completou.

Já o técnico da 'Fúria', Julen Lopetegui, também se mostrou confiante: "vamos entrar nessa partida, que vai exigir o melhor de nós, com a firme intenção de vencê-la".

"Precisaremos fazer um grandíssimo jogo para passar às semifinais", completou, além de elogiar as qualidades da equipe brasileira. "Será um adversário muito complicado, com jogadores de muita qualidade técnica e grande força física. Eles são, logicamente, os grandes favoritos ao título".

O retrospecto dos confrontos entre Brasil e Espanha em mundiais Sub20 é favorável à seleção brasileira, que obteve três vitórias e sofreu duas derrotas contra a Fúria.

"Já esperávamos esse confronto com a Espanha nas quartas. Será um clássico, entre duas grandes equipes. Uma terá que ficar de fora e espero que não seja o Brasil", explicou Oscar, meia do Internacional.

Koke, volante do Atlético de Madrid, afirmou que "será o grande duelo que todo mundo esperava". "O Brasil conta com diversos jogadores que podem decidir uma partida, mas vamos nos concentrar em mostrar nosso futebol ao invéz de nos preocupar com eles".

O vencedor do confronto entre Brasil e Espanha enfrentará México ou Colômbia, anfitriã da competição, que jogam em Bogotá neste sábado, às 22 horas de Brasília.

O trio de arbitragem de Brasil-Espanha será guatemalteco, com o juiz Walter López auxiliado por Hermenerito Leal e Gerson López.

Possíveis escalações:

Brasil: Gabriel - Bruno Uvini, Juan Jesús, Gabriel Silva, Galhardo - Fernando, Casemiro, Danilo, Oscar - Philippe Coutinho e Henrique. T: Ney Franco.

Espanha: Fernando Pacheco - Hugo Mallo, Marc Bartra, Jordi Amat, Antonio Luna - Oriol Romeu, Koke - Christian Tello, Sergio Canales, Daniel Pacheco - Rodrigo. T: Julen Lopetegui.