Tsonga destroi no 3º set, volta a vencer Federer e avança

O suíço Roger Federer voltou a cair diante de Jo-Wilfried Tsonga nesta quinta-feira e se despediu do Masters 1000 de Montreal com um terceiro set terrível. Eliminado pelo francês há seis semanas nas quartas de final de Wimbledon, o ex-número 1 do mundo bem que tentou, mas viu o rival avançar às quartas de finais no Canadá com um triunfo por 2 a 1, parciais de 7/6 (7-3), 4/6 e um surpreendente 6/1 na última etapa de jogo.

Federer, que na segunda-feira completou 30 anos de idade, deve perder valiosos pontos no próximo ranking, de segunda-feira. No Canadá, o suíço terceiro do mundo defendia 600 pontos pelo vice-campeonato conquistado em Toronto no ano passado, mas ficará apenas com 90. Menos pior que Andy Murray, quarto do ranking, defendia 1.000 pontos do título e foi despachado na estreia, pela segunda rodada, ficando com meros 45.

Após nova vitória sobre Federer na temporada, Tsonga volta suas atenções para seu próximo adversário na competição canadense. Ele pegará o espanhol Nicolás Almagro, oitavo pré-classificado, que despachou o francês algoz de Thomaz Bellucci, Richard Gasquet, por 7/5 (7-5) e 6/3.

Tsonga, 16º do ranking, conseguiu nesta quinta sua terceira vitória em sete jogos com Federer na carreira. Além do triunfo por cinco sets em Wimbledon, o francês havia levado a melhor também no Canadá, no mesmo Masters 1000 de Montreal, mas nas quartas de final e por 7/6 (7-5), 1/6 e 7/6 (7-3).

Apesar do domínio de Tsonga no set final, a partida começou muito equilibrada, com games rápidos e decididos pelos bons saques de ambos os lados. A igualdade durou até o décimo segundo game, quando Federer resolveu pressionar o serviço de Tsonga e obteve duas chances de quebra. Contando com um potente serviço, entretanto, o francês conseguiu se recuperar e levou a decisão para o desempate. No tie-break, Federer pecou nos saques e viu Tsonga levar a melhor por 7-3.

Na segunda parcial, o ex-número 1 do mundo voltou disposto a decidir rapidamente e quebrou o serviço do adversário logo no terceiro game, abrindo diferença de 3 a 1 após confirmar seu saque. Tsonga ainda lutou bastante e deu trabalho nos games finais, mas desperdiçou quatro chances de quebra antes de ser derrotado em 6/4.

Na parcial decisiva, quem mostrou disposição para decidir foi o francês: ele rapidamente abriu 5/0 sobre o ex-melhor do mundo. Federer conseguiu apenas evitar um "pneu" (6/0), mas não a eliminação do torneio na semana de seu aniversário.