Com uma vitória em 5 jogos, Corinthians prefere comemorar liderança

O bom futebol das 10 primeiras rodadas ainda parece distante do Corinthians, que só ficou dois dias fora da liderança do Campeonato Brasileiro. Com o empate conquistado contra o Santos, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, a equipe voltou a ultrapassar o Flamengo, desta vez apenas pelo número de vitórias, já que ambos têm 33 pontos. Mas, assim como em rodadas passadas, novamente ficou aquém de seu padrão.

"Estamos sempre buscando a vitória. Sabíamos que um empate poderia garantir a liderança. Você sair com a primeira colocação dá um pouco mais de confiança para o próximo jogo. Saímos comemorando a liderança, não o resultado", admitiu o lateral direito Alessandro, novidade após mais de dois meses lesionado.

Após dois jogos consecutivos como titular, o meio-campista Alex admitiu que o time alvinegro precisa voltar a ter mais poder de decisão. "Acho que nossa eficiência piorou. Pioramos em resultados, mas estamos jogando com equipes melhores. É um ponto fora de casa, temos de ver isso. Se olhar por esse contexto, foi um bom resultado porque nos dá a liderança".

Outros titulares do Corinthians também adotaram a linha de celebrar a primeira posição. "Voltamos a liderar, essa é a principal coisa. O jogo foi truncado, já esperávamos, até por conhecer o Muricy", comentou o capitão Chicão. "O nosso primeiro tempo foi muito bom, no segundo deixamos a desejar, mas valeu pelo ponto", ressaltou o atacante Willian.

Se festeja a liderança após ver o Flamengo em primeiro desde domingo, o Corinthians certamente se preocupa com a quebra de uma sequência recorde. Há cinco rodadas, a equipe do treinador Tite tinha sete pontos à frente do São Paulo, vice-líder. Hoje, está empatada com o Flamengo.

Em cinco jogos (Cruzeiro, Avaí, América-MG, Atlético-PR e Santos), somou apenas quatro pontos e venceu somente o então lanterna, América-MG, com treinador interino e mostrando um futebol ruim. Pelo título do primeiro turno, o Corinthians tentará um melhor aproveitamento nas próximas quatro rodadas. Os adversários são Ceará (casa), Atlético-MG (fora), Figueirense (casa) e Palmeiras (fora).