Botafogo vence Atlético-MG pela Sul-americana e estraga estreia de Cuca

O Botafogo estreou com o pé direito na Copa Sul-Americana de 2011. Jogando em Ipatinga, o time do técnico Caio Júnior derrotou o Atlético-MG por 2 a 1, com gols no primeiro tempo, e ficou mais perto da classificação. A partida ainda marcou a estreia do técnico Cuca, substituto de Dorival Júnior no comando atleticano.

Mesmo atuando distante do Rio de Janeiro, o Botafogo conseguiu construir sua vantagem nos 45 minutos iniciais com ataques rápidos e precisos. O Atlético-MG, por sua vez, contou com a boa atuação de André para equilibrar as ações. Richarlyson e Magno Alves também não decepcionaram a torcida do time mineiro no Estádio Lamegão.

Os dois times voltam a se enfrentar pela Sul-Americana no dia 23, em partida no Estádio do Engenhão, marcada para as 20h15 (de Brasília) - aos botafoguenses, basta um empate em casa para assegurarem a vaga. Antes disso, porém, as equipes entram em campo pelo Campeonato Brasileiro: o Botafogo hospeda o América-MG no sábado, também no Engenhão, enquanto o Atlético-MG visita o Coritiba no domingo.

O jogo

Atuando fora de casa, o Botafogo deu pouco tempo para que o Atlético-MG estudasse a partida, abrindo o placar logo aos 6min do primeiro tempo: após jogada de Márcio Azevedo pela direita, o atacante Herrera recebeu na esquerda e bateu na saída de Giovanni para balançar as redes. Diante de protestos prematuros da torcida, os atleticanos buscavam sem sucesso um espaço para atacar na defesa carioca.

Oportunidade de fato, o Atlético-MG só criou aos 26min, em bola que André recebeu na entrada da área e bateu por cima do gol de Jefferson. Cinco minutos mais tarde, em falta pela esquerda, Richarlyson acertou um forte chute da entrada da área e também mandou sobre o travessão. Aos 34min, Magno Alves disparou pela direita e tocou na área para André, que foi ao chão e não conseguiu dominar. O árbitro mandou seguir.

Porém, justamente quando o Atlético-MG era melhor na partida e empolgava a torcida, o Botafogo fez o segundo gol. Aos 38min, Marcelo Mattos acertou passe em profundidade preciso nos pés de Maicosuel, que invadiu a área pela esquerda e tocou na saída de Jefferson. Aos 42min, a resposta: após cobrança de escanteio pela direita, André cabeceou e mandou a bola na trave. Na sobra, o ataque mineiro não aproveitou e a zaga afastou.

Mas o Atlético-MG ainda conseguiu diminuir o prejuízo: aos 44min, após cruzamento pela direita, Richarlyson apareceu atrás da zaga e acertou de pé direito, mandando no contrapé de Jefferson e encobrindo o goleiro. De quebra, André quase empata a partida aos 7min da etapa final, em chute cruzado que passou rente à trave direita de Jefferson. Aos 10min, após bola pela direita, o goleiro saiu no pé do atacante e defendeu.

Caio ainda tentou aos 21min, batendo pela esquerda e mandando por cima do gol. Aos 26min, também pela esquerda, foi Mancini quem perdeu a chance. Dominando o meio de campo, o time da casa pecava apenas nas finalizações. De quebra, aos 40min, perdeu o volante Toró, expulso. Aí, abriu espaço para o lateral Alessandro, que entrou na área pela direita e só não fez o terceiro porque Giovanni fechou o ângulo e espalmou o chute nos acréscimos para fora.

FICHA TÉCNICA

Atlético-MG 1 x 2 Botafogo

GolsAtlético-MG: Richarlyson, aos 44min do primeiro tempoBotafogo: Herrera, aos 6min do primeiro tempo; Maicosuel, aos 38min do primeiro tempo

Atlético-MG: Giovanni; Patric (Wesley), Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos (Mancini); Richarlyson, Serginho, Toró e Caio; Magno Alves (Neto Berola) e André. Técnico: Cuca

Botafogo: Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Leo); Lucas Zen, Marcelo Mattos, Felipe Menezes e Maicosuel (Alexandre Oliveira); Herrera (Alexssandro) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior

Cartões amarelosAtlético-MG: ToróBotafogo: Lucas Zen

Cartões vermelhosAtlético-MG: Toró

ÁrbitroPaulo César Oliveira (SP)

LocalEstádio Lamegão, em Ipatinga (MG)