Jogadores do Flamengo negam clima de revanche contra o Ceará

Em sete meses de 2011, o Flamengo acumulou apenas uma derrota. E foi diante justamente do Ceará, próximo adversário do time no Campeonato Brasileiro. Um prato cheio para especulações de revanche. Mas o sentimento dos jogadores do Flamengo, como adiantou o zagueiro Ronaldo Angelim, é outro. O elenco rubro-negro levará para campo no sábado (23/07), em Macaé, mais motivação.

"Esse jogo mexe, sim, com a gente, até porque foi contra eles a nossa única derrota no ano. Acabamos perdendo em casa e saímos da Copa do Brasil. Só que não pensaremos em revanche. Entraremos em campo com a cabeça no lugar, pensando apenas em jogar bem e conquistar mais três pontos", afirmou Ronaldo Angelim, ao site oficial do Flamengo.

O atacante Deivid confirmou o discurso do camisa 4 rubro-negro e revelou que o adversário ter sido o responsável pela única derrota rubro-negra na temporada, provocando sua eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil, é uma motivação a mais para buscar os três pontos.

"Conquistamos o Carioca de forma invicta e poderíamos ir mais longe na Copa do Brasil. Ganhar do Ceará amanhã (sábado) certamente teria um sabor a mais. Além disso, o que realmente nos motiva para buscar o resultado positivo é que ficaríamos mais perto da liderança do Brasileirão", declarou o camisa 9.

E para a partida o atacante não poderá contar com os passes de Ronaldinho e Thiago Neves. Fato para ser lamentado, mas que não será preponderante. Afinal, o Flamengo montou um elenco muito forte para disputar o título do Brasileirão.

"São dois jogadores extraordinários, que vão fazer muita falta. Mas quem entrar em campo vai lutar bastante para que o Flamengo conquiste a vitória", finalizou.

O Flamengo treina nesta sexta-feira (23/07) às 18h, no Estádio Claudio Moacyr, palco do confronto com o Ceará, em Macaé.