Tetracampeão mundial tenta motivar atletas brasileiros para Jogos Militares

Rio de Janeiro – Atletas brasileiros das seleções masculina e feminina de futebol e da equipe de boxe que vão disputar os Jogos Mundiais Militares daqui a duas semanas participaram hoje (4) de uma palestra motivacional com o ex-jogador Romário Faria. O campeão mundial, eleito melhor jogador do mundo em 1994, foi convidado pela delegação brasileira para incentivar os atletas na conquista da medalha de ouro.

Além de Romário, participou do encontro o engenheiro Evandro Mota, responsável pelas palestras de motivação da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de 1994, quando o time foi tetracampeão.

Segundo Romário, para conquistar o ouro, os atletas precisarão de disposição, determinação e, principalmente, “superação”. “A vitória de vocês será a de 200 milhões de brasileiros, das Forças Armadas, de parentes, de amigos. Será uma vitória para um país para o qual cada vitória é importante”, disse ele, que atualmente é deputado federal pelo PSB do Rio de Janeiro.

A quinta edição dos Jogos Mundiais Militares será realizada no Rio de Janeiro entre os dias 16 e 24 deste mês. Mais de 6 mil atletas e técnicos das Forças Armadas de 100 países disputarão 20 modalidades esportivas.

A delegação brasileira contará com 268 atletas, sendo 159 homens e 109 mulheres. Segundo o presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil, vice-almirante Bernardo Gambôa, a expectativa é que o Brasil fique entre os três primeiros colocados no ranking geral de medalhas.

Na última edição dos Jogos, em Hyderabad, na Índia, em 2007, o Brasil ficou na 33ª colocação geral. “O grupo está motivado, tem energia positiva e está com a cabeça erguida, mas sem arrogância”, disse o vice-almirante.

Segundo Gambôa, conquistar a primeira colocação geral é muito difícil porque a China, uma das potências do esporte militar, tem uma equipe muito forte, composta por muitos atletas “de altíssimo rendimento”.