Real Madrid demite Jorge Valdano do cargo de diretor geral

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, anunciou nesta quarta-feira que o cargo de diretor geral, ocupado até então pelo argentino Jorge Valdano, deixou de existir, para dar mais autonomia ao técnico José Mourinho.

"Queria ressaltar o quanto a saída do José Valdano foi dolorosa para mim. Percorremos um longo caminho juntos", disse Florentino Pérez no início da coletiva de imprensa que o clube organizou nesta quarta-feira, em Madri.

Segundo Peréz, Mourinho teria pedido "mais autonomia, seguindo o modelo de organização dos clubes ingleses".

Porém, o presidente do clube deixou claro que a decisão de acabar com o cargo de diretor geral não foi imposta por Mourinho.

Segundo a imprensa espanhola, o técnico português sempre teve relações tensas com Valdano, que teria sido contra a contratação dele em 2010.