Novas bolas causam polêmica em Roland-Garros

PARIS, 25 Mai 2011 (AFP) -A decisão de trocar o tipo de bolas de Roland-Garros, optando pela marca Babolat ao invés da Dunlop, provocou a primeira grande polêmica entre os participantes, já que alguns alegam que elas deixam o jogo mais rápido.

Os jogadores se dividiram entre os partidários (principalmente os especialistas do saque), os críticos (entre eles, Novak Djokovic e Nicolás Almagro) e os outros que consideram que isso não influencia o resultado das partidas.

"Não deixa de ser uma grande mudança, porque elas são diferentes das que usamos nos últimos Masters 1000", declarou o número 1 do mundo Rafael Nadal. "Mas não acho que tenha um efeito negativo, pelo contrário, acho que foi um ponto positivo para mim", opinou.

Novak Djokovic, seu principal rival para o título no torneio pariense, se mostrou muito mais crítico: "elas são muito, muito rápidas, além de difíceis de controlar. Elas podem ajudar até ajudar os bons sacadores, mas no saibro, o que realmente importa são as capacidades físicas e técnicas de cada um", comentou o sérvio.

Já Roger Federer aproveitou a coletiva de imprensa após sua vitória sobre o espanhol Feliciano Lopes na segunda-feira para reclamar do fato de as bolas mudarem muito de um torneio para o outro.

"No ano passado, os outros torneios mudaram suas bolas para adotar as que estavam sendo usadas em Roland-Garros, e agora, é a vez de Roland-Garros mudar de novo para ser diferente dos outros", ressaltou o vencedor da edição de 2009, que em teoria deve ser favorecido por um jogo mais rápido.

O mais crítico foi o espanhol Nicolás Almagro, cabeça de chave nº 11, que perdeu logo na sua estréia para o polonês Lukasz Kubot.

"Não gosto dessas bolas. É um fator importante, elas podem mudar as condições de jogo. Mas mesmo assim, a culpa foi minha de não saber ganhar", admitiu, resignado.

Entre os observadores mais respeitados do torneio, o sueco Mats Wilander, número um do mundo no final dos anos oitenta acredita que esta mudança vai favorecer o Djokovic contra um jogador como Nadal. "É difícil usar o efeito de lift com essas bolas. Por isso, a mudança combina mais com o estilo de jogo de Djokovic".