George Helal avisa: "É um sonho se tornando realidade"

Um dos grandes homenageados no lançamento da pedra fundamental do CT em Vargem Grande nesta segunda-feira (23.05) foi o ex-presidente do Flamengo George Helal que dá nome ao local, já que foi o responsável por sua compra em agosto de 1984. Emocionado, o ex-dirigente contou que terreno custou na época 300 milhões de cruzeiros.

"Minha alegria é imensa. Desde que iniciei como vice de futebol, em 69/70, não me conformava e não entendia o Flamengo com sua grandeza não ter um CT. Em 83 quando assumi a presidência, além de outras coisas programadas, pensamos em adquirir um centro de treinamento. Com o apoio da diretoria da época, procuramos o melhor. Estávamos recebendo propostas de várias corretoras e fizemos uma excursão no sábado para verificar não sei quantas áreas. Examinamos todas e concluímos que esta e mais uma outra seriam as melhores", contou Helal.

Quando o Flamengo adquiriu o CT, a área era de 174 mil m², mas após ceder alguns pedaços para a prefeitura, o atual tamanho do terreno é de 136 mil m². George Helal falou que ver o lançamento da pedra fundamental do CT é presenciar um sonho se tornando realidade.

"Vou morrer feliz. Deus me dará mais alguns anos de vida para ver tudo pronto. Estou feliz por tudo. Os meninos do Flamengo vão poder aproveitar no futuro. É um sonho se tornando realidade", disse o ex-presidente, que aproveitou o momento para agradecer a atual presidente, Patricia Amorim.

"Evidente que hoje o legado é da Patricia Amorim. Ela é quem realmente está fazendo alguma coisa pelo CT. Patricia, você não pode imaginar a alegria que me dá e dá para toda a nação rubro-negra", completou. 

Com site do Fla