Cerro Porteño viaja ao Brasil para enfrentar Santos

ASSUNÇÃO, 23 Mai 2011 (AFP) -O time do Cerro Porteño viajou nesta segunda-feira a São Paulo para enfrentar, na quarta-feira, o Santos, no estádio Pacaembu, pelo jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores.

O Peixe, último representante brasileiro na competição, avançou ao eliminar os colombianos do Once Caldas nas quartas. Já os paraguayos bateram o Jaguares do México.

O argentino Nanni, artilheiro do Cerro Porteño, confessou que a partida desta quarta-feira será "duríssima".

"Vai ser o jogo mais complicado e difícil de toda a competição, mas continuamos sonhando e queremos chegar mais longe. Vamos fazer todos os esforços necessários para isso", declarou o jogador antes de subir no avião que trouxe a equipe para o Brasil.

O goleiro Diego Barreto também acredita que esta pardida será decisiva: "Vamos tratar de fazer um bom jogo, para evitar que eles façam a diferença".

Já o volante Javier Villarreal, que já foi campeão da Libertadores pelo Boca Juniors, disse que tem esperanças de que o time dele possa fazer história na competição: "Não acho que o fato do Santos não jogar no seu estádio (NDR: o jogo vai acontecer no Pacaembu e não na Vila Belmiro) seja relevante. Vamos fazer a nossa parte para conseguir a vantagem que precisamos".

Escalação provável do técnico Astrada para a partida desta quarta-feira no Pacaembu: Diego Barreto - Iván Piris, Mariano Uglessich, Pedro Benítez, César Benítez - Luis Cáceres, Jorge Núñez (Rodrigo Burgos), Javier Villarreal, Iván Torres - Jonathan Fabbro e Roberto Nanni.