Ceni nega ter indicado Renan e vê substituto no São Paulo

Depois da vitória sobre o Avaí por 1 a 0 na última quarta-feira, pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil, Rogério Ceni cumprimentou o goleiro Renan, destaque do jogo. Porém, em nota oficial, o capitão do São Paulo afirmou que apenas parabenizou o adversário pela boa atuação no Morumbi e não o convidou para jogar no clube paulista.

"Apesar de todas as qualidades demonstradas pelo goleiro Renan, do Avaí, em momento algum sugeri, indiquei, dei referências ou qualquer indício, estímulo ou opinião favorável a sua contratação ao São Paulo", terminou o assunto.

Ceni negou a indicação e declarou acreditar que o seu sucessor no São Paulo sairá de dentro do próprio clube. O camisa 1 vê em seus reservas todos com competência para assumir futuramente a titularidade da equipe. "Não fiz e nem farei qualquer menção de indicação ao SPFC, tendo em vista que os goleiros que estão aqui - Bosco, Denis e Leonardo - têm totais condições de me substituir não só agora como ao final de minha carreira".

O goleiro são-paulino explicou que o único jogador que indicou para o São Paulo foi o pentacampeão Rivaldo. Porém, o experiente meia é considerado reserva pelo técnico Paulo César Carpegiani. "Com o Rivaldo vi ali uma oportunidade dele acrescentar ao São Paulo com sua qualidade e experiência numa posição em que tínhamos necessidade", concluiu.

Eliminado do Campeonato Paulista após ter feito a melhor campanha na primeira fase, o São Paulo volta a campo na quinta-feira para tentar a classificação a semifinal da Copa do Brasil. A equipe enfrenta o Avaí no Estádio da Ressacada, às 21h50 (de Brasília), jogando por um empate para permanecer na competição.