Suspenso, T. Matias diz que árbitro cedeu a pressão do Sport por cartão

Responsável pela jogada mais polêmica da final do Pernambucano, o zagueiro Thiago Matias escorregou no primeiro lance do jogo, iria entregar a bola para Bruno Mineiro finalizar contra Magrão e acabou fazendo a falta para evitar o perigo. Capitão da equipe tricolor, ele levou o amarelo e está fora da partida decisiva. Mas os rubro-negros reclamaram muito, pedindo que a jogada rendesse uma expulsão direta.

"Levantei já procurando o jogador deles e, querendo ou não, fico feliz por ter ajudado o grupo", disse o zagueiro. "Quando o (Claudio) Mercante chegou, ele já tinha falado que nem cartão ia dar, mas os jogadores do Sport pressionaram e depois ele me deu o amarelo."

O árbitro foi punido no início do Campeonato Pernambucano por erro cometido na partida entre Sport e América-PE, na Ilha do Retiro.

Thiago Matias deu lugar ainda no primeiro tempo a André Oliveira, pois o treinador Zé Teodoro viu que seu capitão poderia ser expulso caso continuasse em campo. O jogador puxou a camisa de Bruno Mineiro e deveria ter levado o segundo cartão amarelo, que deixaria o Santa Cruz com um jogador a menos antes dos 15min do primeiro tempo.

O meio-campista Têti voltou a jogar na final e comemorou bastante. "Passei por um momento muito difícil no Santa Cruz, porque vinha jogando normalmente e, aos 15min do meu primeiro jogo, me machuquei". Ele comemorou bastante o resultado e agradeceu ao torcedor que compareceu à Ilha do Retiro: "isso foi muito importante".