Milan empata e é campeão italiano

Depois de ver a rival Inter de Milão vencer o título nas últimas seis temporadas (os dois primeiros no tapetão), o Milan conquistou neste sábado o Campeonato Italiano. A equipe dos brasileiros Thiago Silva, Robinho e Alexandre Pato soltou o grito de campeão após o empate em 0 a 0 com a Roma, no Estádio Olímpico.

Com a conquista na temporada 2010/2011, o Milan conquistou o 18º título italiano da história. Antes, a equipe milanesa levantou a taça em 1901, 1906, 1907, 1951, 1955, 1957, 1959, 1962, 1968, 1979, 1988, 1992, 1993, 1994, 1996, 1999 e 2004.

A rival Inter de Milão soma 69 pontos e pode igualar os 78 pontos do Milan. Mas como leva vantagem no confronto direto, a equipe rubro-negra conquistou o título com quatro rodadas de antecedência.

Já a Roma chegou aos 60 pontos, mesma pontuação da Lazio na quarta colocação do Campeonato Italiano. A equipe ainda briga por uma vaga na próxima Liga dos Campeões com a rival, a Udinese e a Juventus.

O Milan poderá comemorar o fim do jejum com a torcida no próximo sábado, quando recebe no San Siro o Cagliari. Um dia depois, a Roma irá até a Sicília para encarar o desesperado Catania.

O jogo

O Milan entrou em campo precisando apenas de um empate para conquistar o título italiano, o técnico Massimiliano Allegri decidiu escalar o sueco Ibrahimovic ao lado de Robinho na dupla de ataque, deixando Alexandre Pato no banco de reservas. A medida surtiu efeito e o time rubro-negro começou melhor a partida. Aos 9min, Boateng recebeu passe de Seedorf na entrada da área. O ganês ajeitou e chutou colocado. A bola passou muito perto do gol, com Doni fazendo golpe de vista.

O domínio milanista não demorou muito tempo e aos poucos a Roma passou a assustar. Aos 13min, começou a brilhar a estrela do goleiro Abbiati. Cassetti fez boa jogada pela direita, invadiu a área e cruzou na segunda trave. Vucinic dominou no peito e finalizou. O arqueiro do Milan saiu bem e fez grande defesa à queima roupa.

Um minutos antes, o meia Brighi se chocou com Gattuso e precisou ser substituído. O técnico Vicenzo Montello precisou fazer a primeira alteração aos 16min e colocou Rosi em campo. Quando o jogo caía de ritmo, Rosi apareceu bem no ataque. Aos 34min, o meia recebeu passe dentro da área, girou e finalizou para boa defesa de Abbiati.

Já melhor em campo e pressionando o Milan, Vucinic teve novo duelo com Abbiati. Aos 38min, o atacante montenegrino recebeu passe dentro da área e finalizou forte. O goleiro voltou a levar a melhor ao espalmar o chute por cima do gol.

Para não sofrer pressão e confirmar a conquista do título italiano ainda neste sábado, o Milan começou o segundo tempo de forma avassaladora. Com menos de 35s, Robinho recebeu passe na entrada da área, fintou o marcador e chutou colocado. A bola passou por Doni e bateu na trave. No minuto seguinte, Ambrosini, que entrou no lugar de Gattuso no intervalo, aproveitou rebote e finalizou, mas a bola passou ao lado do gol.

A equipe de Milão dominou o segundo tempo e não deu chances para a Roma crescer na partida. Aos 14min, Ambrosini fez grande passe e deixou Boateng na cara do gol. O ganês tocou na saída do gol de Doni. Inacreditavelmente, a finalização passou rente à trave, para lamentação do atleta.

Dois minutos depois, Ibrahimovic cobrou falta com força e o goleiro Doni espalmou para o meio da área. No rebote, o holandês Seedorf chutou dentro da área, mas a zaga romanista foi bem e desviou o arremate do meia. Sem o mesmo ritmo dos primeiros quarenta e cinco minutos, a Roma teve a melhor chance aos 21min. Riise finalizou da entrada da área e a bola passou sem perigo do gol de Abbiati, que foi apenas um espectador na segunda etapa.

Sob os olhares da namorada da namorada e filha do dono do Milan, Barbara Berlusconi, o atacante brasileiro Alexandre Pato entrou aos 25min do segundo tempo no lugar do aplaudido Robinho. Com a Roma desinteressada, o Milan deixou o tempo passar para segurar o empate sem gols e comemorar o 18º título