José Luiz Runco comenta morte de Lídio Toledo

O médico do Flamengo e da Seleção Brasileira, José Luiz Runco, comentou a morte do ortopedista, e também ex-médico da Seleção, neste sábado. De acordo com Runco, o trabalho de Lídio representa um legado para a medicina esportiva brasileira.

"Lídio era um referencial para a medicina e ortopedia brasileira, além de ser uma ótima pessoa. Ele deixou um legado, para que nós possamos dar continuidade. Não tive a oportunidade de tê-lo ao meu lado na Seleção, mas trabalhei com ele nos anos de 1982 e 1983. Pude aprender muito", afirmou

Lídio Toledo morreu, neste sábado, aos 78 anos. Ele estava internado desde sexta-feira no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, com insuficiência renal e problemas cardíacos.

Lídio Toledo foi médico da Seleção Brasileira tetracampeã do mundo em 1994, nos Estados Unidos, e na campanha vice-campeã de 1998, na França, quando aconteceu a polêmica contusão de Ronaldo na véspera da final, contra os anfitriões. O ortopedista também trabalhou no Botafogo por muitos anos.

O corpo de Lídio Toledo será enterrado neste domingo, às 14h, no Cemitério São João Batista. O velório será na sede social do Botafogo Futebol e Regatas.

O médico Lídio Toledoestava internado desde sexta-feira no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio

O ex-goleiro e agora empresário Gilmar Rinaldi falou sobre a morte de Lídio Toledo por meio da sua conta no Twitter.  "Copa de 1994 Branco estava para ser cortado, dor nas costas, e ele bancou a todos e disse, eu recupero ele, assumo a responsabilidade", elogiou Rinaldi em um post.

"Um abraço a família do Dr.Lídio e sintam sempre orgulho deste grande homem e grande médico, descanse em paz", concluiu.