Justiça paulista homologa acordo para liberar terreno para estádio do Corinthians

São Paulo – O juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo, homologou hoje (6) o acordo que garantiu a concessão do terreno onde será construído o estádio do Corinthians. O texto foi assinado pelo Ministério Público, a Prefeitura de São Paulo e o clube na quarta-feira (4).

O Corinthians deverá investir R$ 12 milhões em obras sociais, para garantir a liberação do terreno de 200 mil metros quadrados em Itaquera, zona leste paulistana. Com o acordo, será encerrada a ação de 2001 do Ministério Público que pedia anulação da concessão devido ao descumprimento da cláusula que determinava que o estádio deveria ser construído até 1993.

O ministro do Esporte, Orlando Silva, cobrou hoje agilidade nas obras de preparação da capital paulista para a Copa do Mundo de 2014.“Temos uma grande expectativa de que São Paulo possa apertar o passo e andar mais rápido”, ressaltou em seminário na Assembleia Legislativa de São Paulo.