Ingleses criticam "mergulhadores" do Barça: "era como luta livre"

Após uma tensa semifinal, o Barcelona despachou o Real Madrid e fará a decisão da Liga dos Campeões com o Manchester United, em Wembley, o histórico estádio de Londres. A partida será somente em 28 de maio, mas personalidades do futebol inglês já esquentam a final com críticas ao time catalão.

Para esportistas britânicos, o Barcelona é composto por "mergulhadores" (divers, em inglês), alegando que os jogadores da equipe espanhola se jogam no gramado para cavar faltas. O atacante do Manchester, Michael Owen, desaprovou o brasileiro Daniel Alves, que se levantou rapidamente após sofrer no gramado com faltas.

Já Harry Redknapp, técnico do Tottenham, foi mais duro em suas críticas. Em sua coluna no jornal The Sun, o treinador comparou o estilo de jogo do Barcelona à luta livre, em que "há lesões de mentira e teatralidade".

Redknapp aproveitou para também criticar Daniel Alves por seu comportamento no primeiro jogo com o Real Madrid, lembrando que o lateral se recuperou rapidamente de entrada de Pepe após a expulsão do zagueiro.

O Twitter foi outro meio usado para as críticas, vindas até de jogadores de outros clubes. "O Mascherano está falando sério? Ótimo desarme de Diarra", disse o meio-campista Jack Wilshire, do Arsenal, ainda durante a partida.