Vettel repete domínio e termina 1º dia com melhor tempo na China

PEQUIM - O alemão Sebastian Vettel terminou o primeiro dia de treinos para o GP da China como o mais rápido. Nesta sexta-feira, o piloto da Red Bull manteve o domínio da sessão de treinos da manhã, horário chinês, e cravou durante a tarde o tempo mais rápido do dia. Preciso na parte final da etapa, o competidor, atual campeão mundial, terminou os trabalhos livres com a marca de 1min37s688.

Logo atrás de Vettel vieram as McLarens, que chegaram a Xangai com um novo sistema de escapamento e assoalho. Lewis Hamilton ficou na segunda colocação do treino, com 1min37s854, seguido por seu companheiro e compatriota Jenson Button, que marcou 1min38s935.

A Mercedes também mostrou sua força no segundo treino para o GP da China. Nico Rosberg marcou o quarto tempo da sessão (1min37s943), seguido por seu companheiro Michael Schumacher (1min38s105).

A Ferrari mais uma vez decepcionou. Felipe Massa chegou a liderar o treino durante alguns minutos, mas encerrou a atividade apenas com o sexto melhor tempo: 1min38s506. O espanhol Fernando Alonso teve problemas hidráulicos, ficando na 14ª posição (1min39s779), após dar só 17 voltas.

Outro brasileiro a ir à pista em Xangai, Rubens Barrichello fechou o segundo treino livre com o 16º melhor tempo, com 1min39s925). Seu companheiro de equipe, o venezuelano Pastor Maldonado, foi o 12º, com a marca de 1min39s667.

 

O treino

Ao contrário da sessão da manhã, o período da tarde no Circuito de Xangai começou extremamente movimentado. Logo nos primeiros minutos, a maioria dos pilotos entrou na pista para brigar pelos melhores tempos, transportando um cenário diferente do encontrado de manhã, quando poucos se arriscaram no início. E, rapidamente, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, cravou o melhor tempo.

Também em contrapartida aos trabalhos pela manhã, a segunda sessão de treinos na China teve grande variedade nas primeiras colocações. Após Hamilton, o alemão Nico Rosberg assumiu a liderança do dia ao cravar 1min38s912, quando o cronômetro apontava pouco mais de uma hora para finalizar o treinamento.

Durante mais da metade da sessão desta sexta-feira à tarde, horário chinês, os pilotos utilizaram pneus duros. Sob essas condições, o brasileiro Felipe Massa surpreendeu , em virtude dos resultados apresentados pela Ferrari neste início de temporada, e fez o melhor tempo com 1min38s507.

A alegria do brasileiro, no entanto, durou muito pouco. Menos de cinco minutos depois, Rosberg, com pneus macios, voou na pista e se tornou o primeiro piloto a entrar na casa dos 1min37s. Com o tempo de 1min37s943, o alemão retomou a liderança de uma forma incontestável.

Compatriota de Rosberg, Nick Heidfeld, por outro lado, não teve sucesso mais uma vez na China. Por volta dos 50min de treino, o piloto da Lotus Renault perdeu novamente o controle do carro e parou apenas na barreira de pneus, deixando o treinamento desta sexta-feira com duas colisões.

A briga pela primeira posição movimentou a pista na parte final do treino. A disputa pela ponta ficou a cargo de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, o principal favorito por conta do desempenho pela manhã. E, na segunda sessão de treinos, novamente o alemão superou os rivais e sacramentou o domínio da Red Bull nesta sexta-feira.

Com o tempo de 1min37s688, Vettel superou Hamilton por 0.166s e se colocou como o principal favorito à vitória na China. O inglês, por sua vez, termina o primeiro dia satisfeito por se aproximar da Red Bull na disputa pelo carro mais competitivo da temporada.