Barrichello admite que precisa melhorar

SEPANG - Rubens Barrichello não gostou do desempenho discreto que teve nos treinos livres desta sexta-feira para o Grande Prêmio da Malásia. Com o 12º lugar na classificação geral, o brasileiro da Williams viu sua missão cumprida diante do desempenho, mas assegura que a performance no sábado pode ser melhor.

"Obviamente, cumprimos a programação. Foi tudo bem, mas ainda temos assuntos a resolver no meu acerto, que precisamos melhorar antes de amanhã. Neste momento, não estou feliz com o balanço, mas completamos as longas distâncias sem problemas", avaliou.

Rubinho foi o oitavo colocado da primeira sessão, registrando 1min40s581 na mais rápida de suas 21 voltas. No segundo treino, fez a marca de 1min39s187, com 30 voltas na pista. Mesmo assim, foi apenas o 12º.

Em comunicado, a Williams diz que seus objetivos para o primeiro treino eram avaliar componentes aerodinâmicos (incluindo uma nova asa dianteira), testar o Kers e os novos pneus oferecidos pela Pirelli para Sepang. No segundo treino, a equipe pretendia avaliar principalmente pneus em condições de classificação e de corrida, além de analisar condições de pista molhada - o que se complicou, diante da sexta-feira ensolarada.

"Depois de alguns problemas elétricos com o Kers na sessão da manhã, tivemos mais confiança à tarde. Nosso principal objetivo era avaliar várias peças e fazer comparações em longas distâncias usando dois compostos", explicou Sam Michael, diretor técnico, que foi além.

"As características e o desempenho da Pirelli pareceram similares aos que vimos em Melbourne. Nosso foco agora é preparar os carros para o treino classificatório de amanhã (sábado)", completou.

Os pilotos voltam à pista neste sábado, às 2h (horário de Brasília), para o último treino livre. No mesmo dia, às 5h (de Brasília), acontece o treino classificatório.