Caio Júnior vibra com o entrosamento entre Herrera e Abreu

RIO - Caio Júnior sempre falou sobre o seu desejo de fazer o grupo aproveitar melhor Loco Abreu, um jogador que ele descreve como técnico, que sabe fazer o pivô como ninguém e especialista nas bolas aéreas. Herrera, no seu dia de garçom, mostrou ter aprendido a lição ao dar duas assistências para o companheiro. E fez o seu filme com o treinador, que na coletiva de imprensa ao término da partida enalteceu seus "jogadores inteligentes".

"O Loco Abreu é um jogador inteligente, o Herrera também. Eles estão percebendo qual é a ideia tática. Quanto mais o time tiver posse de bola e criar situações de gol, melhor para o ataque. Fico contente ao vê-los em sintonia. As coisas estão se encaminhando bem. Tenho certeza de que o meu trabalho vai aparecer e que a torcida vai aprovar, me abraçar", observou o comandante.

Na etapa complementar, o Botafogo se mostrou mais solto, veloz, com uma série de oportunidades criadas. Por pouco não saiu uma goleada. O futebol ofensivo, pra frente, característico do técnico Caio Júnior, agradou a torcida, que aplaudiu e cantou a cada jogada. No jogo em que muita coisa deu certo, o técnico Caio Júnior se mostrou feliz com o trabalho e assimilação dos jogadores.

"A ideia é que quero passar é exatamente, que tenha confiança, que não tenha medo, que não recue. No cômputo geral, um número que me alegra. Tivemos 16 finalizações, isso que me motiva no futebol. Se a gente mantiver uma média como essa, será fantastico", comemorou o treinador.

O Botafogo se reapresenta na tarde desta quinta-feira no CT João Saldanha e inicia a preparação para o clássico contra o Flamengo. Para Caio Júnior, há todos os ingredientes de um grande jogo.

"A partir de hoje vamos pensar no Flamengo. É uma equipe que já está no final, tem muitos jogadores experientes, será um grande jogo", encerrou.

Site do Botafogo