Especulações sobre saída de Carlos Alberto rondam o Grêmio

PORTO ALEGRE - A liberação do meia Carlos Alberto, do Grêmio, para resolver problemas particulares no Rio de Janeiro, está criando uma série de especulações no estádio Olímpico. A direção tricolor e o técnico Renato Gaúcho se comprometeram com o jogador em não revelar o motivo da longa ausência, mesmo em uma semana decisiva para a equipe na Copa Libertadores da América.

"O Renato nos pediu para liberar o jogador para resolver alguns problemas particulares e eu peço pra vocês que a gente preserve isto. Não tem absolutamente nada a ver com alguma questão disciplinar, é uma questão particular que nós queremos, em nome da privacidade do jogador, preservar", disse o vice de futebol gremista Antônio Vicente Martins.

O último jogador do Grêmio que pediu liberação para resolver questões particulares foi o zagueiro Paulão, que estava acertando a sua transferência para o futebol chinês, mas, segundo Renato Gaúcho, a liberação de Carlos Alberto é um caso totalmente diferente.

"O (caso de) Carlos Alberto é diferente. O Paulão foi e eu sabia que não ia voltar, era uma decisão minha junto com a diretoria. Tanto é que surgiu a proposta pelo Paulão, eu me reuni com a diretoria e nós decidimos tudo em conjunto. Mas não se preocupem, o Paulão foi resolver e não voltou e o Carlos Alberto foi resolver e vai voltar", afirmou o treinador.

Carlos Alberto só deve se reapresentar ao Grêmio na próxima segunda-feira. O jogador vai desfalcar o time em dois jogos: contra o Junior Barranquilla, pela Libertadores, e contra o Santa Cruz, pelo Campeonato Gaúcho.