Davis, serviço e forehand explicam sucesso de Djokovic, diz técnico

 

Em entrevista ao site da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), o eslovaco Marian Vajda, técnico do sérvio Novak Djokovic, apontou os fatores que explicam a evolução de seu comandado, atleta com o melhor desempenho em 2011 entre todos que disputam o circuito mundial de tênis.

Copa Davis

"Eu não diria que houve muitas mudanças em seu jogo. Esse é o meu quinto ano com Novak. E eu digo que ele sempre foi um grande jogador, ele só precisava de tempo de crescer com o processo", disse Vadja, que implica ao sucesso na Copa Davis o melhora no desempenho de Djokovic. "Ele cresceu depois da Davis e ficou mais relaxado e mais confidente".

Forehand e serviço

Vajda também destacou detalhes técnicos do jogo de Djokovic que foram trabalhados e culminaram no auge do jogo do sérvio, que faz nesse ano uma temporada perfeita, com 24 vitórias em 24 jogos.

"Seu serviço melhorou consideravelmente. Ele vence agora cerca de 75 % dos pontos com o primeiro serviço. Seu segundo serviço melhorou, também", declarou o treinador, que destaca também a melhora de seu pupilo no forehand, tradicionalmente o principal golpe de definição do tênis.

"Eu coloquei na cabeça dele que ele precisaria melhorar seu forehand, porque o forehand dele era bom, mas não incisivo o suficiente".

Melhor tenista dos últimos quatro meses do mundo, Djokovic, afirma seu treinador, mira o primeiro lugar do ranking mundial, mas com cautela: "é importante ir passo a passo, toda a semana, e dessa forma, esperamos, ele alcançará seu objetivo".