Italianos chamam Lucas, do São Paulo, de 'clássico camisa 10'

Roma (Itália) - Em menos de um ano no time profissional do São Paulo, o meia-atacante Lucas tornou-se em um dos jogadores chaves da equipe mesmo com 18 anos. O bom futebol rendeu ao atleta a convocação para defender a Seleção Brasileira no amistoso contra a Escócia e um aumento de salário com multa valorada em 80 milhões de euros para o exterior. Alguns clubes europeus estão interessados no jogador, fato que rendeu uma reportagem especial do jornal italiano La Gazzetta Dello Sport.

O periódico destaca que apesar de usar a camisa 7 no São Paulo, Lucas é o "clássico camisa 10" brasileiro. A alta multa rescisória é levada em consideração, pois perde apenas para Ronaldinho e é mais alta que as de Paulo Henrique Ganso e Neymar. O jornal não poupou elogios ao atleta e afirmou que a "velocidade, o talento e o jogo para a equipe" são algumas características do atleta.

Um dos destaques da Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano Sub-20, o jogador afirmou que ainda não recebeu propostas de clubes europeus, apesar de ter escutado um rumor de que o Milan estaria interessado. Porém, Lucas disse que sempre acompanha a equipe milanesa, além de ver o ex-companheiro Hernanes na Lazio.

Apesar de jogar em velocidade e procurar sempre o drible, Lucas destacou Zidane como inspiração. O atleta aproveitou a entrevista para cutucar o Corinthians, equipe que começou a carreira. O camisa 7 disse que trocou o clube do Parque São Jorge pela estrutura de futebol europeu do São Paulo.