Vaiado, Benazzi critica atuação do Bahia em derrota

Após derrota do Bahia por 1 a 0 no domingo contra o Bahia de Feira, o técnico Vagner Benazzi voltou a reclamar da atuação da equipe. O treinador também foi criticado pela torcida. Segundo o comandante, ele ouviu muitas ofensas, mas nenhuma delas lhe ofendeu, pois a sua carreira é marcada por grandes conquistas.

Ainda de acordo com Benazzi, a torcida precisa "valorizar os 11 jogos que a equipe tinha sem perder", sob o seu comando. Em entrevista a uma rádio de Salvador nesta segunda-feira, o presidente Marcelo Guimarães Filho disse que a torcida do Bahia tem todo o direito em fazer cobranças, e afirmou que o clube "irá lutar para chegar à fase final do (Campeonato) Baiano".

Em relação aos possíveis erros do Bahia, Benazzi declarou que o problema está no setor ofensivo. "Não estamos sendo agressivo para chegarmos à conclusão", justifica o treinador que afirmou ter uma "situação dentro do grupo que precisa resolver", mas não informou qual. "Fizemos uma partida ruim", concluiu.

Mesmo com a derrota de domingo, o Bahia permanece na liderança do Grupo 3 com sete pontos, mesma pontuação que o vice-líder Vitória da Conquista, mas com saldo de três gols, contra um do adversário. O Bahia tenta a classificação no certame no próximo domingo contra o Atlético de Alagoinhas.

Antes, o time enfrenta o Paysandu, em jogo de volta pela Copa do Brasil, às 21h50 (de Brasília), no Estádio de Pituaçu, em Salvador, na quarta-feira. Triunfo por qualquer placar coloca o Bahia nas oitavas de final da competição. Em caso de um novo empate por 0 a 0 a disputa vai para os pênaltis. O time paraense avança com qualquer empate por gols ou se ganhar em Salvador.