CBF e Globo vão gerir fundo com dinheiro dos clubes

Os clubes que negociam seus direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro incumbiram a TV Globo e a CBF para administrar o Fundo de Custeio. A conta pode ter até R$ 110 milhões e, anteriormente, era gerida pelo Clube dos 13. É abastecida por recursos provenientes de televisão fechada (R$ 80 mi) e internet (R$ 30 mi). 

O Fundo de Custeio serve para pagar as viagens e hospedagens dos clubes que participam da Série A, entre outras despesas. Em 2011, esse valor foi de R$ 65 milhões, sendo R$ 45 milhões destinados ainda ao pagamento de direitos de transmissão a clubes não filiados.

Ainda de acordo com contrato já firmado por dez equipes com a TV Globo, a emissora poderá produzir vídeos comemorativos de equipes campeãs do Brasileiro e guardar para si o lucro da produção. As informações são do jornal Folha de S. Paulo,