Na contramão de Corinthians e Inter, Guarani vive centenário "modesto"

 

Internacional, em 2009, e Corinthians, em 2010, tinham planos audaciosos para o centenário. O time gaúcho sonhava com a Copa do Brasil, mas contentou-se com um Campeonato Gaúcho. No ano seguinte, o Corinthians queria a Copa Libertadores da América, mas terminou o ano sem título. Marcas de um centenário que deve ser esquecido. O mesmo aflige o Guarani neste ano.

Eliminado precocemente da Copa do Brasil, o time de Campinas sequer pode sonhar com uma boa campanha no Campeonato Paulista ou no Brasileiro. Por disputar a A-2 do Estadual e a Série B do Brasileiro, os planos para o centenário bugrino são mais modestos: o objetivo é voltar às elites estadual e nacional e, depois disso, se manter.

A diretoria, porém, não acredita em planos modestos. "O que acontece é que o Guarani está passando por um processo de mudança", afirmou o diretor de comunicação José Roberto Martins, que descarta uma comparação do centenário do Guarani com o aniversário de outros grandes clubes.

"Cada clube tem sua própria história. É difícil comparar, por exemplo, com o centenário do Corinthians. Eles tiveram administrações ruins, assim como nós tivemos. O Corinthians é de São Paulo, tem uma torcida gigante e ainda sofre com problemas financeiros. Imagine o Guarani, que é do interior. Ainda bem que estamos de pé...", afirmou.

Planos fora dos campos

Se nas partidas o centenário não tem momentos de protagonismo, o Guarani tem várias ações montadas fora de campo para reunir a torcida na comemoração do aniversário. Nesta sexta-feira, uma carreata de torcedores sairá do centro de Campinas e se encontrará na frente do Brinco de Ouro para festejar os 100 anos do clube.

Além da festa, haverá uma queima de fogos à meia-noite. Já neste sábado, data do aniversário, a diretoria do Guarani lançará oficialmente o "selo do centenário", que será comercializado pelos correios da cidade, e a exposição de fotos históricas do clube.

A comemoração segue na terça-feira, com um jantar em que os campeões brasileiros de 1978 serão homenageados.