Elano diz que saída de Neymar do Santos será "inevitável"

SÃO PAULO - O assédio em cima do futebol de Neymar só cresceu depois da atuação de gala do atacante no último domingo, quando ele marcou os dois gols da Seleção Brasileira na vitória por 2 a 0 contra a Escócia. Em virtude disso, o meio-campista Elano acredita que a saída do atacante para o futebol europeu será "inevitável".

"Tenho convivido bastante com ele, torço por ele, vocês podem acompanhar a permanência, a vontade de ficar no Brasil é grande, mas é inevitável. Tenho certeza de que neste momento ele não pensa em sair, mas vai ser complicado segurar", declarou o camisa 8 do Santos, após treinamento realizado no CT Rei Pelé.

"Ele está sendo bem assessorado. Acredito que até agora está fazendo tudo certinho", acrescentou Elano, um dos melhores amigos de Neymar no atual elenco santista, além de companheiro de Seleção Brasileira.

No Santos, dirigentes creem que o clube receberá mais de uma proposta no valor da multa rescisória de Neymar (45 milhões de euros). Os maiores candidatos a brigar pelo atleta são Barcelona e Chelsea, mas o time alvinegro tem como principal trunfo o novo contrato firmado pelo camisa 11 no ano passado.

Com vencimentos que beiram R$ 500 mil mensais, além de um ambicioso plano de carreira, nem Neymar nem sua família pensam em deixar o Brasil agora. A ideia, ao menos por enquanto, é permanecer no país até a Olimpíada de Londres, que será realizada no meio do ano que vem.

Resta saber como se comportará o atacante diante das quantias astronômicas que os clubes europeus devem oferecer a ele e ao Santos pelo seu futebol. A janela de transferências para a Europa abre no meio do ano.