Renato explica que Flamengo joga para vencer, não para dar show

Meia entende cobrança por grandes atuações e explica que elenco também se cobra muito por vitórias

RIO - Quando voltou ao Flamengo em 2010, Renato sabia que voltaria a viver aquele ambiente de pressão por resultados de outrora. Como já havia vestido a camisa rubro-negra, o meia chegou à Gávea ciente de que precisava matar um leão por jogo para nadar em águas tranquilas. O ano passado não foi bom, mas na atual temporada o  time ainda não perdeu. E mesmo assim é bastante criticado.

Como conhece a torcida fanática e exigente do Flamengo, Renato já sabia que o elenco rubro-negro passaria por tal situação. Afinal, conta com grandes jogadores no elenco e, assim, todos esperam grandes atuações a cada jogo.

"Para nós, o importante é vencer. Não estamos aqui para dar passeio, show ou espetáculo. Temos que matar um leão por jogo. O torcedor quer que o time vença e convença. No ano passado, todos na rua achavam que Luxemburgo deveria ser técnico do Flamengo. Agora, vejo uma faixa escrito ‘Fora Luxemburgo’. Não dá para entender. Torcedor age com emoção. Não é dessa forma", declarou Renato.

O jogador sabe que esse comportamento dos torcedores continuará durante um tempo, talvez até que a equipe venha a conquistar um título. No entanto, sabe que o grupo não pode deixar isso afetar o rendimento dentro das quatro linhas.

"Isso não pode interferir no nosso trabalho como aconteceu no último jogo. Mas como eu disse, a torcida age com emoção. Estamos invictos há três meses. Nossa torcida é exigente, mas nós também nos cobramos muito".

 

Site do Flamengo