Após 4 anos, Bahia tenta chegar às oitavas da Copa do Brasil

O Bahia, único representante do Estado na Copa do Brasil, entra em campo nesta quarta-feira contra o Paysandu com a missão de quebrar um recente tabu: desde 2007, a equipe tricolor não chega as oitavas de final da competição. Do outro lado tem o time de Belém do Pará, campeão do primeiro turno do Campeonato Paraense, e que tenta quebrar a invencibilidade dos comandados do técnico Vágner Benazzi, que não perdem há dez jogos. A partida começa às 21h50 (pelo horário de Brasília), no estádio do Mangueirão.

O Bahia não joga contra o Paysandu há oito anos e sonha em fazer história na Copa do Brasil, pois essa é a primeira vez em que enfrenta a equipe paraense na competição. Além disso, o time tricolor espera devolver o placar do último duelo quando, fora de casa, foi derrotado por 4 a 0, pelo Campeonato Brasileiro de 2003.

Caso isso ocorra, o time baiano garante vaga na próxima fase do campeonato, pois a vitória por dois ou mais gols de diferença garante o avanço da equipe visitante às oitavas de final da competição nacional.

Para conseguir o feito, o técnico Vagner Benazzi deve confirmar Robert no ataque, por sua velocidade. Rafael e Souza disputam a outra vaga no setor.

Nas outras posições, a equipe será a mesma que venceu o Bahia de Feira por 3 a 0, no último domingo. O único desfalque é do atacante Jones, que só retorna ao time no Campeonato Brasileiro, devido às fraturas que sofreu no rosto.

Enquanto no Bahia há dúvida, o Paysandu já está pronto para o jogo. No ataque, Rafael Oliveira, o maior artilheiro do Brasil no ano, está confirmado ao lado do ex-tricolor Mendes. O atacante, dono de 17 gols em 14 partidas, sentiu dores na virilha e não participou do último treino, mas não foi nada grave.

Mais três jogadores ficaram de fora da atividade: o zagueiro Ari, o lateral direito Sidny e o meia Alex Oliveira, que passou pelo Bahia em 2001. Assim como Rafael, os atletas têm condições de jogo e foram escalados por Sérgio Cosme.