Adriano pode deixar Roma para acertar com Corinthians

ROMA - Até o final desta semana, Adriano pode não ser mais jogador da Roma. A afirmação é do jornal italiano La Repubblica, que assegura que o atacante pode negociar sua rescisão para tentar mais um retorno ao Brasil. O destino, desta vez, seria o Corinthians.

De acordo com a publicação, a partir de quarta-feira, o empresário Gilmar Rinaldi deve se reunir com dirigentes do clube romano, que já se mostram bastante incomodados com as atitudes do brasileiro no começo do ano. Caso haja um acordo, Adriano pode romper o compromisso que vai até 2013.

E se houver o rompimento oficial de fato entre Adriano e Roma, o jornal afirma que o Corinthians pode aumentar uma oferta anterior "nas próximas 48 horas". A negociação seria exigência nos bastidores alvinegros para substituir Ronaldo e Roberto Carlos, que deixaram o clube paulista.

Especula-se que o Corinthians vá oferecer 1,35 milhão de euros (quase R$ 3,1 milhões) pelo jogador. A Roma, porém, quer recuperar os 3,3 milhões de euros (R$ 7,5 milhões) que investiu para contratar o atacante.

Flamengo de olho



A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, afirmou que está acompanhando de perto as notícias sobre a possível rescisão de Adriano, campeão brasileiro pelo clube em 2009, com a Roma.



“Ainda não sabemos no que isso vai dar, mas estou lendo tudo sobre ele na Itália. Quem sabe?”, disseem tom enigmático.



O retorno do atacante é bem visto pela torcida e por outros jogadores do time. Leonardo Moura e Ronaldinho, alguns dos líderes do elenco, já declararam que gostariam de poder jogar ao lado de Adriano.



O único entrave para o possível acerto está na resistência da comissão técnica. Eles temem que novos casos de indisciplina possam prejudicar o rendimento do grupo e arranhar a imagem do clube na imprensa.