Presidente do Flamengo, PAtrícia Amorim, é destaque no 'The New York Times'

Prestes a ver em campo a primeira disputa de título do futebol profissional em sua gestão como presidente do Flamengo, Patricia Amorim foi destaque no jornal norte-americano The New York Times. Sob o título "Fora de campo, uma mulher doma torcedores de futebol do Brasil", a publicação destaca que a multidão de torcedores, que tomou a Gávea no dia da apresentação de Ronaldinho Gaúcho, cantava, em alto e bom som: "Patrícia! Patrícia!".

O "New York Times" ressalta que a dirigente passou um primeiro ano ruim na presidência do clube. Uma citação do escritor Ruy Castro foi até usada. "Ela teve todo o azar que podia imaginar". No entanto, de acordo com o jornal, a "Sra. Amorim", de 42 anos, encarou os piores momentos com a altivez de grande competidora que foi.

"Às vezes pensamos que algo é tão horrível que não há luz no fim do túnel. Mas você pode ter a sorte de passar por tudo isso, porque pode virar o jogo ainda mais rápido", disse a presidente rubro-negra.